Cookies: a Dexco utiliza cookies para personalizar anúncios e melhorar a experiência do usuário no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Meio Ambiente

A Dexco reconhece a importância do protagonismo das empresas no combate ao mudanças climáticas e acredita que a economia de baixo carbono é um caminho que deve ser trilhado. Por isso buscamos evoluir em nossos processos produtivos, buscando redução de nossas emissões de gases de efeito estufa (GEE), incentivar e aumentar o uso de energia renovável em nossa matriz energética e engajar os públicos de nossa cadeia de valor, para que possamos, de forma cooperativa, contribuir, efetivamente, como esforço global.

Para a redução de emissões de gases de efeito estufa (GEE), nossas principais iniciativas são relacionadas ao aumento do consumo de fontes renováveis de energia e da eficiência energética em nossos processos produtivos. A substituição de combustíveis fósseis por biomassa para geração térmica e as ações de redução do consumo de energia contribuem com o nosso objetivo.

Nossos esforços são contínuos e se mantêm mesmo sendo uma empresa com balanço positivo de carbono. Isso significa que as árvores de nossas áreas florestais captam mais carbono da atmosfera do que emitimos em nossas operações industriais.

Emissões de Gases de Efeito Estufa

Gerenciamos as emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE) das nossas atividades, desde 2007.

Para contabilizar as emissões anuais de GEE, seguimos as diretrizes do The Greenhouse Gases Protocol, principal referência da quantificação de emissões corporativas.

Desde 2011, nosso inventário de GEE passa por auditoria externa, prática que nos confere o Selo Ouro do Programa Brasileiro GHG Protocol, atestando o maior nível de transparência na comunicação das emissões. Também avaliamos e reportamos o inventário de emissões e de remoções agrícolas das nossas áreas florestais.

Com base em metas específicas, assumimos o compromisso de reduzir continuamente as emissões de GEE provenientes de nossas atividades e promover avanços para uma economia de baixo carbono.

Metas de emissões de Gases de Efeito Estufa

Nossas metas de redução de Gases de Efeito Estufa (GEE) são baseadas na ciência, com nível de descarbonização considerando aumento da temperatura global inferior a 2 ºC em relação às temperaturas pré-industriais.

Além das metas de redução de emissões, assumimos também metas de remoções líquidas que manterão a Dexco contribuindo para o impacto positivo com relação às mudanças climática.

 

Imposto sobre o carbono

Na Colômbia mantemos o programa Carvi da Dexco-Bônus de Carbono pela Vida. Capturamos gás carbônico da atmosfera por meio das florestas mantidas no país e já geramos bônus de mais de 950 mil toneladas de CO2.

O valor é equivalente ao montante emitido durante 14 dias por todos os veículos que circulam pela área metropolitana de Valle de Aburrá, a 2ª cidade mais populosa da Colômbia.

Com esses resultados, conquistamos o Certificado de Compensação Florestal Icontec, que garante à iniciativa o título de maior programa colombiano de compensação florestal de GEE.

Comprometimento com Economia de Baixo Carbono

A gestão das mudanças climáticas tem evoluído continuamente em nossa Companhia, por meio de estudos e parcerias que permitem identificar riscos e oportunidades aos nossos negócios.

Realizamos um diagnóstico amplo sobre o histórico de emissões de gases de efeito estufa da companhia, revisão do nosso inventário corporativo e agrícola, bem como as práticas das empresas benchmark no tema, as tendências e demandas de mercado sobre mudanças climáticas (como ISE, Dow Jones e CDP), as legislações e acordos relacionados (como o Acordo de Paris), dentre outros.

Realizamos também o nosso mapeamento de riscos e oportunidades climáticas, seguindo o framework do TCFD, desenhando um plano de ação para avançarmos na aderência.

Saiba mais

Consulte o nosso inventário de emissões no Registro Público de Emissões do Programa Brasileiro GHG Protocol.

A Dexco assumiu publicamente o compromisso com a conformidade legal e o desenvolvimento sustentável, por meio da sua Política Ambiental e suas práticas de gestão. Os seus princípios se aplicam a todas as unidades industriais, administrativas e florestais e devem nortear os processos de gestão pautados pelos valores da Dexco descritos por meio do propósito e da cultura organizacional (Jeito de Ser e de Fazer), visando o aprimoramento dos processos e controles.

Em seus processos, a Companhia segue a ISO 14001 como referência na implementação do Sistema de Gestão Ambiental das unidades industriais.

A operação florestal possui certificação para manejo florestal responsável desde 1995, assegurando que suas atividades são realizadas de forma economicamente viável, ambientalmente adequada e socialmente benéfica.

As diretrizes de gestão de ambos os normativos são a base da Política Ambiental da Dexco, que regulamenta a gestão ambiental internamente.

 

Política Ambiental

Para promover melhorias contínuas em seus processos e fortalecer os controles das operações, a Política Ambiental da Dexco estabelece as diretrizes de gestão de temas ambientais, respectivos riscos e impactos. É alinhada aos valores da companhia, a seu propósito e cultura organizacional, reafirmando o compromisso de atuação ambientalmente responsável.

Gerenciamos indicadores ambientais e temos metas relacionadas à água, energia, resíduo e de gases de efeito estufa (GEE), com monitoramento e reporte periódico.

Aplicada a todas as unidades industriais, administrativas e florestais, a Política Ambiental estabelece os princípios a seguir:

  • Usar de forma racional e sustentável os recursos naturais, matérias-primas e insumos necessários aos processos de produção;
  • Desenvolver e ofertar produtos que possibilitem o uso racional dos recursos naturais;
  • Prevenir a poluição e os riscos ambientais nas operações, desde a produção à distribuição de produtos, com soluções técnicas e inovadoras, mitigando os seus impactos;
  • Cumprir a legislação aplicável às suas atividades, produtos e serviços, atender aos compromissos voluntários assumidos pela organização e estabelecer procedimentos para garantir que insumos de origem ilegal não sejam utilizados;
  • Proteger a biodiversidade, as nascentes e os cursos d’água, bem como conservar o solo cultivado, medidas inerentes ao manejo das plantações florestais, visando à manutenção e/ou à melhoria dos serviços ecossistêmicos e valores ambientais.
  • Realizar a gestão de resíduos de modo convergente aos conceitos de redução, reciclagem e reúso;
  • Avaliar o desempenho ambiental de empresas, em caso de fusões e aquisições;
  • Atuar na mitigação das emissões de gases de efeito estufa (GEE) e adotar mecanismos de adaptação frente aos impactos das mudanças climáticas.

 

Conformidade com a NBR ISO 14001 – Sistema de Gestão Ambiental

A Política Ambiental da Dexco adota como uma de suas referências a ISO 14001, norma internacional que estabelece os requisitos que devem ser adotados na estruturação de um Sistema de Gestão Ambiental. Abrange ações e medidas de controle nos processos de gestão ambiental.

Saiba mais
Leia a nossa Política Ambiental.

Além disso, adotamos iniciativas importantes nos últimos anos, como:

  • Compostagem interna de cinzas, lodo de Estações de Tratamento de Esgoto (ETE) e resíduos de alimentos em unidades de Painéis e posterior aplicação do composto como adubo em nossas florestas;
  • Troca da matriz energética, substituindo o uso de óleo BPF e gás natural por biomassa, utilizada para geração de energia térmica em unidades de Painéis;
  • Reaproveitamento de cacos de louças, lodo de massa e esmalte em processos produtivos nas unidades de Louças, e de massa cerâmica em Revestimentos Cerâmicos;
  • Reaproveitamento de calor de fornos para a climatização de peças cerâmicas em unidades de Louças; e o
  • Reaproveitamento de materiais metálicos em processos produtivos de unidades de Metais, e de plástico em Hydra.

 

Biodiversidade

Acesse o documento completo.

 

A nova Política Ambiental, a Norma Corporativa de Manejo Florestal Responsável e o Plano de Manejo Florestal da Dexco estabelecem diretrizes para a gestão responsável das nossas florestal.

Plano de Manejo Florestal 2021

Plano de Manejo Florestal 2022

Viveiro Florestal

Além dos viveiros no Brasil, a Dexco tem um viveiro na Colômbia, localizado na cidade de Barbosa, com o objetivo de aumentar a produtividade, melhorar a qualidade da madeira utilizada no processo produtivo.

Programa de melhoramento genético

Desenvolvemos variedade de clones de árvores com maior adaptação às mudanças climáticas, maior produtividade e mais resistentes a pragas e doenças.

O Programa de Melhoramento Genético, criado em 1969, tem como foco a pesquisa e o desenvolvimento de materiais capazes de garantir às plantações de eucalipto maior resistência ao ataque de pragas de doenças, além da melhor adaptação a diferentes condições climáticas e pluviométricas.

Além do melhoramento com foco na produção de painéis, também avaliamos materiais mais adequados para suprir a demanda da fábrica de celulose solúvel da LD Celulose, em parceria com a Lenzing AG, localizada em Minas Gerais.

Conheça os quatro conceitos básicos de manejo que orientam as operações da Dexco

A Dexco mantém milhares de hectares de florestas plantadas com eucalipto e pinus, além de áreas de conservação com formações vegetais nativas, em fazendas próprias e arrendadas, no interior de São Paulo, Minas Gerais e do Rio Grande do Sul. Essas florestas fornecem a matéria-prima necessária para as nossas fábricas de painéis de madeira.

Além disso, desde a década de 1970, mantemos parcerias com universidades e institutos de pesquisa para monitorar e catalogar em inventários a biodiversidade local, contribuindo para o estudo científico ambiental.

Para avaliar e mitigar os impactos sociais relacionados às atividades de manejo de nossas florestas plantadas, adotamos procedimentos que buscam um relacionamento cada vez melhor com as comunidades onde estamos presentes.
O reconhecimento da nossa excelência na gestão de ativos florestais ocorreu em 1995, quando nos tornamos a primeira empresa da América do Sul a obter a certificação de manejo florestal responsável. As fábricas de painéis de madeira possuem certificação de cadeia de custódia, o que garante a rastreabilidade de toda a madeira utilizada em nosso processo produtivo, assegurando a utilização de madeira de origem certificada ou de outras fontes controladas nos processos produtivos.

A partir de 2019, passamos a colaborar com nossos produtores parceiros para buscar a certificação de manejo florestal responsável. As primeiras áreas foram certificadas em 2020, com o objetivo de alcançar 80% das áreas até 2025.

Monitoramento das Florestas

O monitoramento dos fluxos de carbono, água e nutrientes das florestas plantadas, no decorrer dos anos, tem garantido o desenvolvimento saudável e o equilíbrio ambiental das regiões onde atuamos. Por isso, desde 2008, apoiamos o programa cooperativo Torre de Fluxo, coordenado pelo Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais (IPEF), pelo Centro Francês de Pesquisa Agrícola (Cirad) e pela Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” da Universidade de São Paulo (Esalq/USP).

A iniciativa consiste em reunir cada vez mais insumos para pesquisas a respeito das melhores práticas de manejo responsável, aliando produtividade e sustentabilidade. Em 2019, renovamos a nossa participação no programa por mais sete anos.

Na Dexco, aprimoramos continuamente nossas operações, buscando o equilíbrio socioambiental em toda a cadeia de valor. Entendemos como compromisso e dever a utilização de forma racional e sustentável dos recursos naturais e insumos, adotando princípios que permitam redução, otimização e reuso.

Áreas de Alto Valor de Conservação

Como parte do nosso Plano de Manejo Florestal, classificamos como Áreas de Alto Valor de conservação (AAVCs) os locais que possuem valores ambientais ou sociais de natureza excepcional ou de importância crítica.

Nestas áreas, temos medidas para a proteção dos valores identificados, como a proibição de caça e pesca, vigilância patrimonial, ações de prevenção e combate a incêndios florestais, limites de velocidade nas estradas e controle de espécies invasoras, bem como o monitoramento dos atributos encontrados no local. Estas ações contribuem para a conservação da vegetação nativa e de espécies raras, ameaçadas ou em risco de extinção e da fauna e flora local de relevância crítica para as comunidades locais e suas práticas tradicionais.

Em 2021, reavaliamos todas as nossas áreas certificadas com base em critérios para identificação de AAVCs (categorias 1 e 4), contemplando 132.774,58 hectares distribuídos em 152 fazendas nos estados de São Paulo, Minas Gerais e Rio Grande do Sul. A metodologia e os resultados foram então enviados para consulta a algumas de nossas partes interessadas, como universidades, órgãos públicos, pesquisadores e ONGs.

De acordo com os critérios de avaliação e os comentários recebidos na consulta pública, a presença de uma espécie de anfíbio endêmica da região do Triângulo Mineiro (Bokermannohyla sazimai) na fazenda Nova Ponte, em Minas Gerais, levou a classificação do local onde ela é encontrada como uma AAVC categoria 1, com uma área de 32,50 hectares.

Saiba mais sobre Áreas de Alto Valor de Conservação em nosso Plano de Manejo Florestal.

 

Saiba mais sobre a nossa Divisão Florestal clicando aqui

Cientes do compromisso com o desenvolvimento sustentável, buscamos aperfeiçoar constantemente os processos de produção em nossas fábricas e operações florestais, com o objetivo de melhorar o desempenho no consumo de água e energia, na geração de efluentes, emissões de gases de efeito estufa (GEE) e resíduos.

Em nossos processos produtivos, buscamos minimizar os impactos negativos sobre o meio ambiente e as comunidades do entorno onde estamos presentes. O processo faz parte do Sistema de Gestão Ambiental (SGA), que monitora periodicamente o desempenho das nossas operações, com base em cinco temáticas:

  • Água e efluentes;
  • Emissões;
  • Energia;
  • Resíduos.

Água e efluente

Em todas as Divisões de negócios temos reuso de água e, em algumas unidades, temos circuito fechado que não geram efluentes industriais, como na operação de Painéis Taquari. As unidades de revestimento cerâmico se destacam pelo volume de água em circulação que é maior do que a própria captação.

Resíduos

Temos investido em iniciativas que possibilitem o reaproveitamento de resíduos em nossos processos, como o uso de madeira para a geração de energia. Destacamos, ainda, as seguintes iniciativas:

  • Compostagem interna de cinzas, lodo de Estações de Tratamento de Esgoto (ETE) e resíduos de alimentos em unidades de Painéis e posterior aplicação do composto como adubo em nossas florestas;
  • Reaproveitamento de cacos de louças, lodo de massa e esmalte em processos produtivos nas unidades de Louças, e de massa cerâmica em Revestimentos Cerâmicos;
  • Reaproveitamento de materiais metálicos em processos produtivos de unidades de Metais, e de plástico em Hydra.

Aplicamos tecnologia para recuperar e utilizar 100% do bronze e do latão dos resíduos provenientes das peças metálicas produzidas.

As unidades de Metais São Paulo e Painéis Itapetininga já atingiram a marca de zero resíduos enviados para aterro sanitário.

Energia

A Dexco tem investido cada vez mais na eficiência energética de processos industriais e no uso de equipamentos novos e menos poluentes.

Com essas medidas, a empresa se destaca no setor da construção civil, ao substituir combustíveis fósseis por renováveis, como o óleo BPF e gás natural por biomassa de casca, pós e fibra, provenientes das próprias operações,
A maior parte da energia consumida em nossas operações industriais é proveniente de fontes renováveis (inclui energia de Escopo 1 e de Escopo 2), com o destaque para as operações de painéis que possui sua matriz composta, em sua maioria, por fontes renováveis (inclui fontes de energia de Escopo 1 e de Escopo 2).

Soluções Sustentáveis

Além de atuarmos com ecoeficiência em nossos processos industriais, também apoiamos nossos clientes e consumidores para que possam fazer escolhas mais conscientes, no momento de construir e/ou reformar ambientes.

Desenvolvemos soluções sustentáveis, com produtos ecoeficientes e que entregam conforto a partir de seu uso para que nossos clientes tenham a experiência de uma vida melhor.

Para atingir o nosso propósito de criar Soluções para Melhor Viver, em apoio à nossa estratégia e às nossas ações, contamos com o trabalho de designers, engenheiros, inventores e gestores.

A área de Desenvolvimento de Produtos participa ativamente do processo de criação. A nossa equipe de colaboradores atua para antecipar tendências e oferecer ao mercado soluções e insumos mais sustentáveis